16 de agosto de 2022

“METADE HOMEM, METADE MÁQUINA” – ROBOCOP: O POLICIAL DO FUTURO

FICHA TECNICA:

Nome original: Robocop
Nome do Brasil: Robocop – O Policial do Futuro
Gênero: Ação / ficção científica
Ano: 1987
Duração: 1h 42min
Direção: Paul Verhoeven
Elenco Principal: Peter Weller / Nancy Allen / Daniel O’Herlihy /
Ronny Cox / Kurtwood Smith / Miguel Ferrer
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

Na Detroit do futuro, dominada por sádicos criminosos,
a polícia foi privatizada e não consegue deter a alta criminalidade.
A multinacional OCP pretende substituir os policiais humanos por ciborgues,
e aproveita o cadáver do policial Murphy,
executado pro uma quadrilha, para criar RoboCop…
Um misto de máquina e homem a serviço da justiça.
Mas as memórias de Murphy, que deveriam ter sido apagadas,
ressurgem, e com elas o desejo de vingar-se de seus assassinos.

Robocop – o policial do futuro é um dos clássicos dos anos 80,
Com a atuação excelente de Peter Weller em seu papel
que o fez ganhar notoriedade, trama envolvente, muita ação e violência
e uma trilha principal fantástica e inesquecível.
imperdível!

Resenha escrita ao som de Titãs – Polícia

NOTAS E CURIOSIDADES:

Este foi o primeiro filme baseado no personagem Robocop.
Os demais foram Robocop II (1990), Robocop III (1993), RoboCop TV Series (1994),
uma Minissérie de televisão chamada RoboCop: Prime Detectives (2000)
e o reboot Robocop (2014), dirigido pelo brasileiro José Padilha.

Aprender a se movimentar dentro da armadura era difícil para Peter Weller.
A roupa pesada foi projetada por uma equipe liderada por Rob Bottin
e houveram muitos atrasos em sua fabricação, por causa de mudanças no design.
A armadura só ficou pronta no primeiro dia de filmagem,
e Weller não teve tempo para treinar os movimentos.
Então, a produção teve que ser interrompida para que o ator aprendesse a se movimentar
usando a armadura, que levava até 11 horas para ser colocada.

RoboCop pegou emprestado o tema de O Exterminador do Futuro.
Para o trailer original, Orion usou a música-tema
de outro de seus filmes de ficção científica de sucesso, O Exterminador do Futuro.
Schwarzenegger foi, inicialmente, considerado para o papel de RoboCop,
mas ele era muito grande para a armadura, segundo os produtores.

A armadura de RoboCop era tão quente e pesada,
que Peter Weller emagreceu quase três quilos por dia, com a perda de líquidos.
Eventualmente, um sistema de refrigeração de ar foi instalado
para amenizar os danos ao ator.

O filme contém uma referência a um herói de ferro da Marvel.
Na cena em que um maníaco com uma metralhadora aparece na loja de conveniência.
Nessa loja, há uma revista em quadrinhos do Homem de Ferro na prateleira.
Verhoeven achou que essa seria uma boa homenagem,
já que ambos, Homem de Ferro e RoboCop,
são homens com armaduras metálicas em busca de justiça.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!