16 de agosto de 2022

“BATALHAS DE CINCO MINUTOS VIRAM LENDAS QUE VIVEM MIL ANOS” – A TORRE NEGRA

FICHA TÉCNICA:

Titulo: A torre negra – A torre negra
Título Original: The Dark Tower – The Dark Tower
Autor: Stephen King
Gênero: Terror / Fantasia / Romance / Ação / Ficção
Editora: Suma
Publicação: 2004
Número de Páginas: 872 páginas

Como se trata de uma série de livros, é muito difícil fazer uma resenha dos volumes seguintes
sem comentar fatos do livro anterior, mas vou procurar tentar fazer isso de forma o mais discreta possível.

RESENHA (SEM SPOILERS):

Pois chegamos ao final da saga, a obra máxima de Stephen King, a Torre Negra.
Essa finalização é toda sobre redenção e recomeços.
Um livro de perder o fôlego, batalhas épicas travadas pelos pistoleiros.
Eles precisam travar suas batalhas e se encontrar em uma única dimensão
para prosseguir rumo à torre negra, e isso não vai ser fácil.
Acredito que a saga do padre Callaham é um dos melhores trechos do livro,
inclusive foi bem marcante pra mim ver o desfecho de um personagem de outro livro
que eu imaginava perdido para sempre.
Fora isso temos o Bebê de Mia/Suzannah, gerado para destruir Roland,
missão difícil, mas quando ele devora um personagem extremamente poderoso
as dúvidas me corroeram: “Roland terá alguma chance contra isso?”
Não perca mais tempo.
É um volume grande, digno do final da saga.
Vale muito a pena ser lido!
Mas leia com calma para não perder as muitas referências.

Resenha escrita ao som de Legião Urbana – Faroeste Caboclo
(será que alguém pega o Easter egg desta indicação? rsrs)

NOTAS E CURIOSIDADES:

Toneladas de referências neste livro.
Referências ao atropelamento de Stephen King
e como o Ka-tet sava a sua vida, personagens de outros livros como “Salem”,
“Corações na Atlântida”, “Insonia” e até mesmo o vilão do livro It.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!