16 de agosto de 2022

“BROOKS ESTEVE AQUI.” – UM SONHO DE LIBERDADE

FICHA TÉCNICA:

Nome Original: The Shawshank Redemption
Nome no Brasil: Um Sonho de Liberdade
Gênero: Drama
Ano: 1994
Duração: 2h 22min
Direção: Frank Darabont
Roteiro: Frank Darabont
Elenco Principal: Tim Robbins / Morgan Freeman / Bob Gunton /
William Sadler / Clancy Brown / Gil Bellows / Mark Roston /
James Whitmore / Jeffrey DeMunn / Larry Brandenburg
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

O banqueiro Andy Dusfrene é condenado por assassinato,
e na prisão desenvolve laços de amizade e companheirismo
para sobreviver a nova realidade.
Para isso, Andy contará com suas habilidades na área da contabilidade,
com sua resistência e principalmente com sua esperança.
Com excelentes atuações, direção e roteiro,
Um Sonho de Liberdade justifica a razão de ser
um dos mais aclamados filmes da década de 1990.
Imperdível!

Texto realizado ao som de Iron Maiden – Hallowed Be Thy Name

NOTAS E CURIOSIDADES:

Esse filme é vencedor Oscar (1995) nas categorias de Melhor Ator,
Melhor Fotografia, Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Roteiro Adaptado;

O  filme é baseado na obra Rita Hayworth and Shawshank Redemption, de Stephen King,
que considera esta uma de suas adaptações favoritas para o cinema para um trabalho seu;

Esse é o filme favorito de Morgan Freeman, e nele foi a primeira vez que o ator narrou um filme,
portanto, como ele mesmo admitiu, impulsionou aquele elemento de sua carreira que aumentou a sua popularidade;

A conversa de abertura de Andy e Red no pátio da prisão,
na qual Red está jogando uma bola de beisebol, levou nove horas para ser filmada.
Morgan Freeman jogou a bola de beisebol por nove horas inteiras sem uma palavra de reclamação.
Ele apareceu para trabalhar no dia seguinte com o braço esquerdo em uma tipoia;

Um Sonho de Liberdade bateu o recorde de locações de vídeo em 1995
e figura há anos no topo dos 250 melhores filmes do IMDB, que leva em conta a nota dos usuários.
O filme também aparece na lista de American Film Institute
entre as melhores produções norte-americanos de todos os tempos;

Stephen King nunca descontou seu cheque de $ 5.000 pelos direitos do filme.
Vários anos depois que o filme foi lançado, King conseguiu emoldurar o cheque
e mandou-o de volta para Frank Darabont com um bilhete escrito:
“Caso você precise de dinheiro para fiança. Com amor, Steve.”;

Clint Eastwood, Harrison Ford, Paul Newman, Gene Hackman,
Robert Redford e Robert Duvall foram considerados para o papel de Red.
No romance original, Red é um irlandês branco de meia-idade com cabelos ruivos grisalhos;

Os sets do filme em Ohio foram mantidos e fazem parte do tour de um museu;

As fotos de um jovem Morgan Freeman que aparecem na ficha de Red na prisão são, na verdade,
fotos do filho mais jovem do ator Alfonso Freeman (ele também faz uma ponta em uma cena do filme);

Frank Darabont assistia a “Os Bons Companheiros (1990)” todos os domingos durante as filmagens deste filme,
e dele se inspirou ao usar a narração em off e mostrar a passagem do tempo;

O personagem Andy Dufresne também aparece em Apt Pupil, novela de Stephen King que deu origem a O Aprendiz (1998).
Andy cuida dos investimentos do nazista Dussander (personagem vivido por Ian McKellen no filme de Bryan Singer).
A prisão de Shawshank também é mencionada em outras histórias de King, que costuma situar seus personagens no Maine.
Em Eclipse Total, por exemplo, Dolores (interpretada por Kathy Bates no filme de 1995)
grita para o marido que ele ficará um tempo em Shawshank por ter tocado de maneira inapropriada na filha.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!