1 de dezembro de 2021

“É HORA DO SHOW!” – O SOBREVIVENTE

FICHA TÉCNICA:

Nome Original: The Running Man
Nome do Brasil: O Sobrevivente
Gênero: Ficção científica / Ficção distópica / Suspense / Ação
Ano: 1987
Duração: 1h 41min
Direção: Paul Michael Glaser
Roteiro: Stephen King (sob o pseudônimo de “Richard Bachman”) / Steven E. de Souza
Elenco Principal: Arnold Schwarzenegger / Maria Conchita Alonso / Yaphet Kotto /
Jesse Ventura / Richard Dawson
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

A economia se encontra em colapso,
e a sociedade é subjugada por uma política repressiva,
que censura todo tipo de atividade cultural.
No maioe estilo “pão e circo” o governo aliena a população
oferecendo a transmissão de programas onde criminosos sentenciados
lutam por suas vidas e pela liberdade.
Destes reality shows, o mais sádico e violento é o “The Running Man”
Quando o piloto Ben Richards recebe ordens de disparar contra uma manifestação pacífica,
mas se recusa a obedecer a ordem superior.
Outros militares tomam a frente e cumprem as ordens, e o resultado é um massacre.
A propaganda oficial então toma Ben como Bode expiatório e,
através de montagens e imagens manipuladas,
dá a entender que ele foi o único responsável pela ação,
passando a ser odiado por toda a população,
recebendo , inclusive, o apelido de Ben “açougueiro de Bakersfield” Richards.
Depois de 18 meses, Ben está em uma prisão cumprindo pena de trabalhos forçados,
quando consegue escapar e tenta fugir para o Havaí,
no que é denunciado e acaba voltando para a prisão.
Os produtores do programa, impressionados com a fuga,
forçam-no a competir com seus dois companheiros de fuga.
Já na arena, recebe ajuda da resistência, um grupo de oposição ,
e o programa se torna uma luta, não só pela vida,
mas para mostrar a verdade oculta por trás das câmeras.

Resenha escrita ao som de Iron Maiden – Run to The Hills

NOTAS E CURIOSIDADES:

O filme apresenta dois atores que foram governadores de estados americanos,
Jesse Ventura que foi eleito governador de Minnesota e Arnold Schwarzenegger
foi eleito governador da Califórnia.

As coreografias das bailarinas do filme foram criadas por Paula Abdul,
que trabalhava como coreógrafa para Janet Jackson.
As dançarinas eram na verdade as líderes de torcida do Los Angeles Lakers.

Em 1989, um videogame baseado no filme foi lançado para o MSX,
ZX Spectrum, Commodore 64, Amstrad CPC, Amiga, e Atari ST.
O jogo foi desenvolvido pela Emerald Software e publicado pela Grandslam Entertainments.
O videogame de 1990 Smash TV foi inspirado em The Running Man.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!