7 de dezembro de 2021

“NADA ACONTECEU DO JEITO QUE DEVIA ACONTECER” – EU SOU A LENDA

FICHA TÉCNICA:

Nome Original: I Am Legend
Nome do Brasil: Eu Sou a Lenda
Gênero: Ficção científica / Ficção distópica / Suspense / Terror
Ano: 2007
Duração: 1h 40min
Direção: Francis Lawrence
Roteiro: John William Corrington / Joyce H. Corrington
Elenco Principal: Will Smith / Alice Braga / Charlie Tahan
País de Produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

Em 2009, o vírus do sarampo é modificado para ser uma cura do câncer,
mas algo dá terrivelmente errado quando o vírus mata 90% dos infectados
e transforma 9% em vampiros sedentos de sangue e sensíveis a luz do sol.
Depois de 3 anos, o cientista Robert Neville é o único habitante vivo
na cidade de Nova Iorque e acredita estar sozinho.
Durante o dia captura infectados para testar uma possível cura
no laboratório montado em sua casa.
Também envia mensagens de rádio a procura de possíveis sobreviventes.
Uma noite, quando por um descuido está prestes a ser capturado,
é salvo por uma mulher e um garoto que ouviram suas mensagens de rádio.
Mas algo está estranho com os infectados.
Um verdadeiro exército se dirige a sua casa
e o motivo pode ser o resgate de uma de suas cobaias.

Resenha escrita ao som de Bob Marley – Three Little Birds
( A música cantada por Will Smith diversas vezes no filme)

NOTAS E CURIOSIDADES:

A Warner detém os direitos do livro desde 1970.

O filme seria rodado nos anos 90, dirigido por Ridley Scott
e com Arnold Schwarzenegger como Neville.
O filme não foi rodado por conta do orçamento ter ficado muito acima do previsto.

O carro dirigido por Will Smith é um Mustang Shelby GT500.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!