3 de dezembro de 2021

ALMANAQUE DA TURMA DO PENADINHO 001

FICHA TÉCNICA:

Nome no Brasil: Almanaque – Turma Do Penadinho 1
Gênero: Quadrinhos / Infantil
Editora: Editora Globo
Autor: Maurício de Sousa
Número de Páginas: 70
Ano de Publicação: 2007

QUEM É ESSA TAL TURMA DO PENADINHO?

A Turma do Penadinho é uma das criações de Maurício de Sousa,
que parodia o gênero terror, mostrando monstros e assombrações
vivendo e sempre tentando se divertir no cemitério.
Mauricio de Sousa disse que essa turma “foi criada para desmistificar
os medos e pavores que cercaram a nossa infância,
ou ainda cercam a infância de milhares de crianças neste país.”

O personagem Penadinho apareceu pela primeira vez em 1963,
nas tirinhas do Cebolinha como um dos coadjuvantes do personagem,
e na época era conhecido como “Fantasminha”.
Em 1964, o personagem passou a estrelar sua própria tirinha
com seus amigos fantasmas e em 1965 seguinte, ganhou um livro ilustrado
intitulado “Penadinho contra o Caçador de Cabeça”, lançado pela Editora FTD.
Até o final dos anos 60 e o começo dos anos 70, vários outros monstros coadjuvantes
passaram a aparecer interagindo com o personagem como Zé Vampir, Muminho e Cranicola.

HISTÓRIAS DESTA EDIÇÃO:

Este almanaque traz uma reedição das melhores histórias já publicadas.

Penadinho: Confusão no céu

Dona Morte: O encontro

Penadinho: Cadê? Cadê?

Turma do Penadinho: No vídeo de um astro

Penadinho: As aventuras do Cranicola

Turma do Penadinho: O casamento do Lobisomem

Turma do Penadinho: A múmia

Turma do Penadinho: O chamado

Penadinho: Descando eterno

Penadinho: Penadinho! me ajude!

Penadinho: “Goust”

PERSONAGENS PRINCIPAIS:

Penadinho:
O personagem principal, um fantasma que tenta se distrair no cemitério,
especialmente tentando assustar alguém, mas no fundo, é um fantasminha de bom coração.
Nas histórias, Penadinho é ultra flexível por causa de vestir lençóis elásticos.

Dona Morte:
É a responsável por trazer os novos moradores do cemitério.
Suas histórias geralmente são de perseguição, pois as pessoas, naturalmente, fogem dela.
Suas principais características são a roupa preta, uma foice, e um senso de humor negro.
Mauricio disse que tentou fazer da Dona Morte, uma figura amigável,
“uma morte que chega com um papo, uma explicaçãozinha,
uma marquinha no caderno dizendo que chegou a nossa hora”,
para enfatizar os aspectos cômicos e não transformá-la “numa figura assassina.

Zé Vampir:
Um vampiro que sempre tenta sugar sangue de alguma vítima,
mas quase sempre se dá mal.
Ele mora num caixão de um pequeno castelo no cemitério;
mas ocasionalmente, dorme no galho de uma árvore também no cemitério.
Apesar do medo de cruzes, não é afetado por aquelas que decoram os túmulos.

Muminho:
Uma múmia, vinda direto do antigo Egito.
Um dos grandes amigos de Penadinho, Muminho é alvo de brincadeiras,
pois seus amigos sempre puxam suas ataduras e fazem com que ele gire como um pião.
Ocasionalmente, fala palavrões em hieróglifos.
Sua origem é variada, sendo ou um faraó ou empregado de uma família real.

Frank:
Paródia a Frankenstein, um monstro artificial, pouco inteligente
criado pelo cientista maluco Dr. Frankstóim a partir de diversos corpos.
Ao ver crianças se divertindo, resolve imitá-las (o que geralmente sobra pra turminha…).

Lobi:
um lobisomem que se comporta como cachorro (e ocasionalmente é tratado assim por Frank).
sempre uiva para lua, gosta de ossos, não gosta de banhos (muito menos de tosas),
e se coça bastante quando é incomodado por pulgas.
Geralmente, sai as ruas para atacar alguém, mas na verdade, é um sujeito conquistador:
quando homem, corteja mulheres, e quando lobo, corteja cadelas.
Não se considera assustador, e sim “cuti-cuti”. Seu nome verdadeiro é Lupercínio.

Cranicola:
Um crânio meio mal-humorado que vive em cima de uma pedra reclamando de suas limitações.
Sente muita falta do corpo, porém ele pode se locomover usando a mandíbula para saltar.

Alminha:
Namorada fantasma romântica do Penadinho.
Muito ciumenta e temperamental, não gosta de ver seu namorado
paquerando outras fantasminhas no cemitério.
Na graphic novel “Penadinho: Vida” (2015), está prestes a reencarnar.

Zé Caveirinha:
Esqueleto que, normalmente é desmontado numa pilha de ossos.
Tem pavor de cães, pelo simples motivo de ser feito de ossos.
Quando era vivo, se chamava professor Eustáquio e era paleontólogo.

Observação: Os personagens recorrentes: Zé Finado, Dona Cegonha, Zé Cremadinho,
Diabão, Pixuquinha, Dr. Frankstóim e Zé Coveiro foram falados na postagem
“Almanaque do Penadinho 005” nesse site anteriormente.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!