16 de agosto de 2022

“EU NÃO MATO COM A ARMA, EU MATO COM O CORAÇÃO” – A TORRE NEGRA: O PISTOLEIRO

FICHA TÉCNICA:

Titulo: A Torre Negra – O Pistoleiro
Título Original: The Dark Tower – The Gunslinger
Autor: Stephen King
Gênero: Terror / Fantasia / Romance / Ação / Ficção
Editora: Suma
Publicação: 1982
Número de Páginas: 224 páginas

A Torre Negra é considerada a obra máxima de Stephen King,
inspirada no universo de J. R. R. Tolkien,
no poema épico do século XIX “Childe Roland”
à Torre Negra chegou escrito por Robert Browning ,
e repleta de referências à cultura pop, às Lendas Arturianas e ao cinema faroeste.
Levou trinta e três anos para ser concluída (de 1970 a 2004),
começou a ser publicado na revista de ficção científica
The Magazine of Fantasy & Science Fiction,
É composto, basicamente, por sete livros:

O Pistoleiro – 1982
A Escolha dos Três – 1987
As Terras Devastadas – 1991
Mago e Vidro – 1997
Lobos de Calla – 2003
Canção de Susannah – 2004
A Torre Negra – 2004

Para complementar temos:

O Vento pela Fechadura – 2012
O conto estendido As irmãzinhas de Eluria, publicado em 1998.
(Também presente no livro “Tudo é eventual”).
Este conto se passa antes dos fatos do livro “O pistoleiro”

A torre negra é considerada a obra máxima de Stephen King,
onde temos referência a diversos livros do autor, como “It, a Coisa”, “Carrie, a estranha”,
“A dança da morte”, “O talismã”, “Salem”, “Saco de Ossos”, “A casa Negra”, “Insônia”,
“Rose Madder”, “Buick 8”, “Christine”, “O iluminado”, “Celular”, “O cemitério”, “Cujo”,
“Sob a redoma” e “Os Olhos do Dragão”

Em seu treinamento os pistoleiros recitam um lema, para limpar a mente e focar no objetivo:
“Eu não miro com a mão. Aquele que mira com a mão esqueceu o rosto do pai. Eu miro com o olho.
Eu não atiro com a mão. Aquele que atira com a mão esqueceu o rosto do pai. Eu atiro com a mente.
Eu não mato com a arma. Aquele que mata com a arma esqueceu o rosto do pai. Eu mato com o coração.”

Personagens recorrentes:

Roland Deschain: O último pistoleiro vivo no mundo,
que tem como o grande objetivo de sua vida chegar à Torre Negra;

O Rei Rubro: O principal antagonista do pistoleiro,
o seu principal objetivo é derrubar a torre negra,
causar a discórdia , remodelar e governar o universo.

Randall Flagg ou Walter ou o Homem de preto.
Um dos principais vilões, principal aliado do Rei Rubro.
Randall Flagg, o Homem de Preto aparece nos livros “A dança da Morte”, “Olhos de dragão”,
especula-se que ele seja o demônio do conto “As crianças do Milharal”.

Os outros três personagens recorrentes são membros do Ka-tet de Roland.
Ka-Tet – O Ka é o destino de um indivíduo.
Quando mais de uma pessoa compartilha este destino temos um Ka-Tet.
Os membros do Ka-Tet de Roland são:

Eddie Dean – Um viciado em heroína salvo por Roland

Odetta Holmes / Detta Walker / Susanah Dean: Uma mulher negra e deficiente física,
herdeira de uma fortuna e portadora de dupla personalidade.
Enquanto Odetta é uma mulher amável e ativista de movimentos pelos direitos civis dos negros,
Detta é rebelde sádica e cleptomaníaca.
Em um determinado momento, Roland consegue fundir as duas personalidades.

Jake – O garoto. Presente no primeiro livro, retorna no segundo,
gerando um grande conflito que quase destrói a ambos.

RESENHA (SEM SPOILER):

Vamos começar pelo primeiro volume da obra, o Livro “O Pistoleiro”

Neste primeiro volume nos é apresentado Roland Deschain,
último descendente do clã de Gilead, e o último da linhagem dos pistoleiros,
desaparecidos desde que o mundo “seguiu adiante”.
Seguir adiante, na concepção dos pistoleiros, significa entrar em colapso,
tanto da civilização quanto da realidade, e sua principal luta era para que isso não ocorresse.
No mundo onde os fatos ocorrem (all-world) eram líderes, pacificadores e mediadores,
mas a humanidade já caída, se encontra em estado de barbárie e mutação.
Roland está em uma busca pela Torre Negra, uma edificação que fica no centro do universo,
onde todos os mundos convergem, nesta jornada, persegue implacavelmente o Homem de Preto,
que ele acredita poder revelar segredos que o ajudarão na sua procura.
Nesta procura encontra Jake Chambers, um menino que passou a fazer parte do mundo de Roland
após morrer tragicamente na nova York de 1977.
Roland caminha por uma terra devastada, em sua busca, que também envolve uma vingança,
coisa que faz o seu juízo ficar seriamente prejudicado às vezes.
Pegar o homem de preto é o seu objetivo, não importa o preço.
Este é o volume de apresentação da obra, portanto atende perfeitamente o que King planejou,
um enorme gancho para os volumes que virão.
A retaguarda do personagem principal e os fatos que o levaram à busca da torre negra.

Resenha escrita ao som de Legião Urbana – Faroeste Caboclo

NOTAS E CURIOSIDADES:

Em 2010 foi considerado um projeto que envolvia a Universal Pictures e a NBC,
com 3 filmes e uma śerie com 2 temporadas, para adaptar A Torre Negra
que contaria com Javier Barden como Roland.
Como o custo era muito alto, cerca de 200 milhões de dólares, o estúdio desistiu de filmar.

Em 2017, foi lançado o filme The Dark Tower
com Idris Elba como Roland Deschain e Matthew McConaughey como Walter Padick.
O filme é apenas inspirado na obra, não tendo nada a ver com os livros.

Em 2007 a Marvel Comics lançou uma versão da série em quadrinhos,
publicada no Brasil pela Panini.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!