7 de dezembro de 2021

“UM BEBÊ NUNCA VAI TE DENUNCIAR” – BLAZE

FICHA TÉCNICA:

Título Original: Blaze
Autor: Stephen King
Gênero: Suspense / Policial / Romance
Editora: Gallery Books (Não traduzido para o português)
Publicação: Original 2007
Número de Páginas: 320 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

O último livro publicado por Stephen King sob o pseudônimo de Richard Bachman.
Este livro não foi ainda traduzido para o português,
talvez por conta do tema abordado não envolver o sobrenatural,
que estar sempre presente nas obras de Stephen King, mas há.
Neste livro vamos conhecer Clayton Blaisdell Jr, ou Blaze.
Um homem de mais de dois metros que vive de crimes,
como assaltos, pequenos golpes, furto de veículos e, é claro, sequestro de bebês
(certo, esta última parte está em andamento).
Só pela descrição já aparenta um bandido terrível, mas não é bem o caso.
Blaze tem sérios problemas mentais, causados por agressões sofridas na infância,
tendo uma mente simplória ao extremo,
só conseguindo ir a diante em seus golpes graças ao parceiro de crimes George,
que sempre tenta o orientar para a melhor forma de não ser pego.
O problema é que George está morto,
mas continua orientando Blaze na melhor forma de conduzir os seus golpes,
aliás, isso não é spoiler,
sabemos que George está morto logo nos primeiros parágrafos do livro.
O último golpe planejado por George, antes de sua morte,
era o sequestro de um bebê de uma rica família da região.
Orientado pela voz em sua cabeça, Blaze executa o crime,
mas de uma maneira desordenada, e agora toda a polícia está em seu encalço.
Blaze é um romance extremamente factível que King começou a escrever nos anos 70
e foi revisando até a publicação, sem traços de sobrenatural,
vai navegando no presente, da forma como Blaze conduz os crimes e o sequestro,
e o passado de abusos, violência, Bulying e oportunidades.
Esses flashbacks são conduzidos por King de uma forma extremamente cativante,
pois trazem um ar de nostalgia e raiva ao leitor.
Apesar da inocência de Blaze, o autor deixa bem claro que ele é perigoso,
pois poderia esmagar a cabeça de uma pessoa com as mãos,
e não possui freios que o impeçam disso.

Resenha escrita ao som de Bon Jove – Blaze of Glory

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!