7 de dezembro de 2021

“NÃO PERDOO VELHAS DÍVIDAS” – CORAÇÃO SATÂNICO

FICHA TÉCNICA:

Titulo: Coração Satânico
Título Original: Falling Angel
Autor: William Hjortsberg
Gênero: Policial / Thriler / Fantasia / Romance / Suspense / Terror
Editora: Darkside
Publicação: Original 1978
Número de Páginas: 320 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

Nova York, o ano é 1959.
Harry Angel é um detetive particular contratado pelo Sr. Louis Cyphre,
um homem misterioso e aparentemente poderoso, para encontrar Johnny Favorite,
um cantor que sob a proteção do Sr. Cyphre chegou rapidamente ao estrelato.
Enviado à guerra, voltou psicologicamente abalado e catatônico,
desaparecendo do hospital dias depois.
O contrato, não explicado por Cypher, tem cláusulas de execução após a morte do cantor,
portanto, para que a dívida seja paga, Angel deve encontrá-lo
Na busca por Johnny Favorite.
Harry vai se envolver com seguidores do vodu e assassinos.
Parece que a violência vai seguindo a investigação de perto,
deixando corpos brutalmente dilacerados ao longo desta investigação,
o que parecia simples vai sendo invadido pelo sobrenatural,
como se algo ou alguém não quisesse que Johnny fosse encontrado.
Empolgante e aterrorizador até o final, sem chance de um alívio ou perdão,
só a verdade que destrói o último fiapo de esperança de uma alma condenada.

Texto escrito ao som de ACDC – Hells Bells

NOTAS E CURIOSIDADES:

Louis Cypher tem pronúncia que lembra “Lúcifer”

O livro foi bem adaptado em um filme com Robert de Niro,
como Louis Cypher e Mikey Rourke como Angel.

O filme, embora muito bem roteirizado, tem menos detalhes que o livro,
a localização também é diferente.

O local onde Angel e Cypher se encontram é o número 666 da Quinta Avenida.

Em inglês o título do livro é Falling Angel que tem dupla interpretação,
que seria o Fato de Lúcifer ser um anjo caído,
e ao mesmo tempo dá a entender a Queda de Harry Angel.
Em português, o filme manteve o título atribuído ao livro, “Coração Satânico”,
enquanto em inglês ficou como “Angel’s Hearth” Ou coração de Angel
fazendo uma ligação com o detetive, e ao mesmo tempo remetendo ao fato
que o Demônio já foi um anjo neste caso a tradução ficaria “coração de anjo”.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!