3 de dezembro de 2021

“NÃO MINTA CLARICE, OU SABEREI” – O SILÊNCIO DOS INOCENTES

FICHA TÉCNICA:

Titulo: O Silêncio dos inocentes
Título Original: The Silence of the Lambs
Autor: Thomas Harris
Gênero: Policial / Suspense / Terror Psicológico
Editora: Record
Coleção/Arco: Dr. Hannibal Lecter
Publicação: Original 1988
Número de Páginas: 360 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

O livro que inspirou o filme “O Silêncio dos inocentes” de 1991,
na cronologia é o segundo onde o canibal Hannibal Lecter aparece,
só que neste agora começa a ter uma participação mais ativa.

Uma jovem estagiaria do FBI, Clarice Starling é convidada por Jack Crawford,
chefe da divisão que elabora perfis psicológicos de serial Killers,
a realizar uma missão: Interrogar o psiquiatra Hannibal Lecter,
mantido em um hospital para criminosos com transtornos mentais.
Lecter, apesar de seus transtornos psicológicos,
possui uma mente extremamente psicopata e aguçada,
mas que pode ajudar o departamento na solução de crimes,
apesar dele nunca ter cooperado anteriormente.
A verdadeira intenção é descobrir o serial killer apelidado de “Buffalo Bill”,
responsável pela morte de cinco mulheres, todas acima do peso,
que são deixadas com fome até por duas semanas,
quando elas são mortas, esfoladas e jogadas em rios próximos.
O apelido Buffalo Bill é uma piada de mau gosto,
pelo fato dele esfolar as suas vítimas, fato escondido da própria Clarice, a princípio.

Na morte da sexta vítima, na necropsia da vítima, Clarice ajuda Crawford
e encontra uma pista inusitada, indicada por Lecter,
e os indícios são de que o assassino estaria acelerando as mortes.
Todas coincidências indicadas por Lecter, aliados ao fato da nova vítima,
que acaba de ser sequestrada, despertar o interesse do próprio presidente
na solução do caso ajudam Clarice a entrar cada vez mais no jogo de Hannibal.
A cada pista fornecida, Clarice tem de responder uma pergunta
feita pelo psicopata sobre sua infância conturbada.
Quanto mais Clarice avança no caso, mais complexo vai ficando o jogo de Hannibal,
nesta história surpreendente e com um final sensacional.

Texto escrito ao som de Fine Young Cannibals – Suspicious Minds

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!