3 de dezembro de 2021

“EU NÃO TENHO PERFIL DE HERÓI.” – HOMEM DE FERRO 2

FICHA TÉCNICA:

Nome Original: Iron Man 2
Nome no Brasil: Homem de Ferro 2
Gênero: Ação / Aventura / Fantasia
Ano: 2010
Duração: 2h 4min
Direção: Jon Favreau
Roteiro: Justin Theroux
Elenco Principal: Robert Downey Jr / Mickey Rourke / Don Charles /
Gwyneth Paltrow / Scarlet Johansson / Sam Rockwell / Samuel L. Jackson /
Clark Gregg / John Slaterry / Kate Mara / Jon Favreau
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

Após revelar ser o Homem de Ferro,
Tony Stark tem sua vida ainda mais exposta ao mundo.
Tal exposição fica na mira de inimigos que ele sequer desconfia que tem.
E é nesse panorama que surge Whiplash, um antigo rival de seu pai, Howard Stark.
Com ajuda de um rival de Tony, ele vai em busca de sua vingança,
por entender que foi deixado de lado no sucesso das Indústrias Stark,
Imperdível!

Texto realizado ao som de AC/DC – Shoot The Thrill

NOTAS E CURIOSIDADES:

O filme foi indicado ao Oscar (2013) de Melhor Efeitos Visuais;

A trilha sonora desse filme é assinada pela banda australiana AC/DC;

Scarlett Johansson tingiu o cabelo de vermelho
antes mesmo de conseguir o papel de Natasha Romanov,
também conhecida como Viúva Negra;

Don Cheadle substituiu Terrence Howard como Rhodey,
devido a um desentendimento entre Howard e Marvel Studios.
Os dois atores trabalharam juntos em Crash: No Limite (2004);

Por não ser especialista em tecnologia,
Mickey Rourke revelou que a parte mais desafiadora de interpretar Whiplash
era fingir que sabia lidar com um computador;

Muitos dos recursos de identificação do Whiplash foram sugeridos por Mickey Rourke.
Ele queria desempenhar metade de seu papel em russo,
e consultou sobre as tatuagens e dentes de ouro do personagem,
além de ter uma cacatua de estimação.
Na verdade, Rourke pagou pelo pássaro e pelos dentes de ouro de seu próprio bolso;

Jon Favreau teve muitos atritos com os chefões da Marvel devido à sua intervenção constante,
a ponto de eles o pedirem para reescrever o roteiro enquanto o filme ainda estava sendo filmado.
Em particular, elementos como o aumento da proeminência do S.H.I.E.L.D.
Essa sub-trama foi o resultado de uma necessidade de estabelecer
um maior universo cinematográfico da Marvel, em preparação para Os Vingadores (2012).
A disputa ficou tão forte que Favreau recusou a direção de Homem de Ferro 3 (2013).

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira