3 de dezembro de 2021

“O LIVRO PROIBIDO DE STEPHEN KING” – FÚRIA

FICHA TÉCNICA:

Titulo: Fúria
Título Original: Rage
Autor: Richard Bachman (Stephen King)
Gênero: Horror / Suspense
Editora: Francisco Alves / Suma (não mais)
Coleção / Arco: Obra individual e na coletânea “Os livros de Bachman”
Publicação: Original 1977 (Escrito de 1966 a 1971)
Número de Páginas: Não disponível mas é bem curto, tem menos de 200 páginas

Diante da repercussão negativa do livro no comportamento de alguns jovens,
o autor pediu que a obra fosse retirada de circulação e todas as cópias recolhidas.
Também foi retirado da coletânea “Os Livros de Bachman”.
Hoje só conseguimos ler cópias digitais ou alguma cópia física antiga do livro,
que aliás chega a custar quase R$ 1.000,00.

RESENHA (SEM SPOILERS):

O livro conta a história de Charlie Decker, um aluno que, cansado com o sistema educacional
e o corpo docente da escola, a violência doméstica e a hipocrisia das relações sociais,
armado com o revólver de seu pai, faz todos os alunos de sua sala reféns.
De início mata a professora de álgebra e, no tempo que passam juntos,
ele e seus colegas fazem um jogo perverso expondo todas as suas raivas,
contra o sistema educacional, desigualdades, a sociedade e tudo de inevitável em suas vidas,
expondo seus segredos mais inconfessáveis, enquanto a polícia, bombeiros, professores
e o psicólogo da escola tentam terminar com o sequestro.
É um livro que posso descrever como violento e marcante,
é king escrevendo de uma forma bastante perturbadora,
tanto que alguns leitores criticam bastante a obra,
talvez por esperar algo mais sobrenatural.
Stephen King escrevendo como Bachman descreve mais dramas humanos,
nenhuma influência sobrenatural, praticamente (com a exceção do livro A maldição).

Texto escrito ao som de – Pearl Jam – Jeremy*

NOTAS E CURIOSIDADES:

A música Jeremy* faz referência a Jeremy,
um aluno que nos anos 90 que se suicidou
na frente da professora e da turma da sua sala.

King admite que escreveu Fúria numa época de grandes revoltas,
repressão sexual e envolvimento com drogas.

Uma cópia de Fúria foi encontrada dentro do armário do estudante
que cometeu o massacre de Columbine.

Fúria é um dos únicos livros de Stephen King
que permanece fora de catálogo a pedido dele próprio,
pois houve pelo menos quatro tiroteios em escolas
que foram inspirados na obra, o que ele achou preocupante demais.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!