3 de dezembro de 2021

“O MEDO NOS MANTÉM VIVOS” – ASSASSIN’S CREED: SUBMUNDO

FICHA TÉCNICA:

Titulo: Assassin’s Creed: Submundo
Título Original: Assassin’s Creed: Syndicate
Autor: Oliver Bowden (Pseudônimo de Anton Gill, Historiador e escritor francês)
Gênero: Fantasia / Ficção Histórica
Editora: Galera Record
Coleção / Arco: Assassin’s Creed
Publicação: Original 2015
Número de Páginas: 364 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

Neste livro, o foco da história é Henry Green,
o Assassino de Londres que direciona os irmãos Jacob e Evie Frye no jogo.
No livro, ficamos sabendo mais sobre seu passado
(que, na verdade, se chama Jayadeep Mir, filho de Arbaaz Mir,
personagem principal dos quadrinhos Assassin’s Creed Brahman
e estrelando o jogo Assassin’s Creed Chronicles India).
Neste momento ele é “O fantasma”
O palco é a Londres vitoriana,
palco da revolução industrial.
A irmandade e os templários continuam lutando pelas Peças do Éden,
artefatos espalhados pelo mundo e remanescentes de uma civilização antiga.
Neste contexto, temos a construção da primeira ferrovia subterrânea em Londres,
e que curiosamente está sendo patrocinada pelos templários,
e o motivo da escavação, na verdade é outro.
Ao contrário dos outros assassinos,
Jaydeep não tem o impulso natural de matar a sangue frio.

Resenha escrita ao som de Rush – Finding My Way

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!