3 de dezembro de 2021

“ASSUMA O COMANDO DA DIVERSÃO” – CAPTAIN COMMANDO

APRESENTAÇÃO:

Captain Commando é um jogo no estilo beat ‘em up (briga de rua),
Foi produzido pela Capcom e saiu pra diversas plataformas:
Arcade (1991), Super Nintendo (1995), PlayStation (1998),
PlayStation 2, Xbox e PSP (2006) saiu no compilado da Capcom
chamado Capcom Classics Collection Volume 2.

Caixa com manual e o nostálgico cartucho do Captain Commmando

HISTÓRIA:

Em Metro City (a mesma cidade de Final Fight) no ano de 2026,
um poderoso mestre da tecnologia, chamado Scumocide,
toma o controle da cidade e escraviza os humanos, controlando-os.
Porém, uma equipe especial conhecida por “Equipe Comando”,
formada por quatro integrantes bem distintos,
decidem acabar com esse controle desumano e salvar a humanidade.

OS PERSONAGENS PRINCIPAIS:

Captain Commando (Capitão Comando):
líder da equipe, sua roupa permite que ele lance chamas
e manipule a eletricidade através de suas luvas de energia.

Mack (Múmia Comando):
múmia alienígena que utiliza facas, rápida e seu forte é a força física.

Hoover (Baby Comando):
Utiliza um robô com armadura mecânica com mísseis e golpes de luta livre.

Ginzu [Shô] (Ninja Comando):
Suas habilidades são relacionadas à arte do Ninjutsu.

Quem precisa de máquina de raio-x quando se tem o Capitão na equipe?

GAMEPLAY:

O jogador pode escolher entre um dos 4 personagens,
onde se aventuram por nove estágios 9 estágios bem elaborados,
porém as fases são bem curtas como os beat ‘em up da época.
Nessa versão do SNES, é possível jogar multiplayer com 2 personagens.
Na versão Arcade permitia até 4 jogadores jogando ao mesmo tempo.
O jogador pode usar socos, chutes, voadoras, ataques especiais,
porém perde-se um pouco de energia ao usa-los.
Também podemos usar armas brancas e armas de fogos.
Como é tradição em jogos desse gênero, a comida recupera energia.
não tem muito segredo, é ir socando os inimigos com gosto,
e chegar no chefe no final de cada fase e assim por diante.

Minha espada dará conta dessa cambada…

GRÁFICOS E SONS:

Os gráficos são bonitos para a versão do SNES,
porém são bem mais simples do a versão do Arcade.
Os efeitos dos poderes da equipe Comando estão magníficos.
Para um jogo de época, as musicas são bem legais,
e até memoráveis, os efeitos sonoros são bons também.

Essa é a versão do Arcade, note quantos inimigos há na tela e dá pra jogar até com os 4 personagens ao mesmo tempo.

CURIOSIDADES:

As inicias do nome de CAPtain COMmando formam o nome da Capcom.

O personagem Captain Commando já existia muito tempo antes do jogo ser lançado,
mas com designs diferentes (foram dois ao todo).
Ele apareceu nos manuais dos jogos do Nes, entre 86 e 89 como um portal voz da Capcom,
dando parabéns ao jogador por ter adquirido o game.

Além do primeiro Marvel vs Capcom,
Captain Commando faz parte do elenco da sequência e participa dos jogos
Capcom World 2 (onde o Commando Team todo pode ser escolhido),
Namco x Capcom (onde o Commando Team inteiro também é selecionável),
na série SNK vs Capcom: Card Clash e também em Project X Zone 2.

hoje a porrada vai comer solta, o se vai….

CONCLUSÃO:

Captain Commando do SNES é um excelente jogo,
apesar de ter nove estágios é um jogo curto,
mas isso não tira nem um pouco a diversão desse clássico.
Os quatro personagens são muito carismáticos,
e não é a toa que já apareceram em diversos outros jogos da Capcom.
Recomendo pra quem jogou outros do mesmo gênero
como Final Fight, Cadillacs and Dinosaurs e Streets of Rage.
Captain Commando é um dos melhores da Biblioteca do SNES.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!