1 de dezembro de 2021

“HOMENS NÃO TEMEM ESPADAS, ELES TEMEM MONSTROS” – DRÁCULA

FICHA TÉCNICA:

Nome original: Drácula
Nome do Brasil: Drácula
Gênero: Minissérie / Drama / Horror
Ano: 2020
Número de Temporadas: 01
Número de Episódios: 03
Duração: 90 minutos por episódio
Criadores: Mark Gatiss / Steven Moffat
Elenco: Claes Bang / Dolly Wells / John Heffernan / Morfydd Clark / Joanna Scanlan / Lujza Richter /
Jonathan Aris / Sacha Dhawan / Nathan Stewart-Jarrett / Clive Russell / Catherine Schell / Lydia West /
Patrick Walshe McBride / Youssef Kerkour / Natasha Radski /Mathew Beard / Mark Gatiss / Sarah Nile
Chanel Cresswell / Lyndsey Marshal / Paul Brennen / John McCrea / Phil Dunster
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

Drácula é uma série de televisão desenvolvida por Mark Gatiss e Steven Moffat,
baseada no Romance de 1897 de mesmo nome de Bram Stoker.
A série foi transmitida e lançada na BBC One e Netflix e possui três episódios.

A trama acontece na Transilvânia de 1897,
onde o Conde Drácula vivido por Claes Dang,
apavora uma cidade da Inglaterra vitoriana
com seus sangrentos crimes contra a humanidade.
Intrigante e mortal, a misteriosa figura do vampiro
consegue a atenção de todos aqueles que cruzam o seu caminho,
atraindo vítimas e conquistando inimigos.

Drácula é uma Minissérie feita com muita delicadeza,
uma preciosidade na montagem dos cenários, na fotografia e nas roupas.
Apesar de ser uma série de horror, traz uma carga de comédia em meio a escuridão.
A atuação do Drácula é simplesmente incrível e profunda.
A dublagem está gostosa de ouvir (é mesmo dublador do Adam Sandler)
Alexandre Moreno, que curiosamente também dublou o “Drácula”
na franquia de animação Hotel Transilvânia.
Isso acabou deixando o príncipe das trevas mais charmoso e carismático,
trazendo uma falsa sensação de segurança para os espectadores (e as vítimas!)
A série tem um ótimo roteiro, traz muitas referências a outras obras do Vampiro,
e faz algumas críticas sociais, como o uso da tecnologia por exemplo.
Pra quem gosta de assistir séries, eu recomendo muito a assistir essa dublada.

Texto escrito ao som de Robbie Williams – Angels

NOTAS E CURIOSIDADES:

É irônico que os criadores de Sherlock, da BBC,
tenham sido encarregados de criar o novo Dracula,
já que Sherlock Holmes detém o recorde
de ser o personagem literário humano mais frequentemente retratado,
tendo aparecido na televisão e no cinema 254 vezes.
O caráter literário mais frequentemente retratado de todos os tempos,
no entanto, para um ser desumano vai para Drácula.
De fato, ele apareceu na tela por impressionantes 272 vezes.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!