3 de dezembro de 2021

“ERA O SEXTO DIA, O SEXTO MÊS, A SEXTA HORA…” – A PROFECIA

FICHA TÉCNICA:

Titulo: A Profecia
Título Original: The Omen
Autor: David Seltzer
Gênero: Terror
Editora: Record / Pipoca e Nanquim(edição atual luxo)
Publicação: Original 1976
Número de Páginas: 200 / 280 páginas

RESENHA (SEM SPOILERS):

Katherine, esposa do embaixador Jeremy Thorn está grávida.
Após dois abortos, parece que o tão esperado filho está prestes a chegar.
O embaixador torce por isso, pois a esposa entrou em depressão
após as duas tentativas e torce para que desta vez tudo dê certo.
Mas infelizmente ao chegar no hospital o padre lhe dá a triste notícia:
Seu filho não sobreviveu ao parto, e para piorar a esposa não poderá mais ter filhos.
No meio de todo desespero, recebe uma solução:
Uma criança cuja mãe morreu no parto, sem parentes, sozinha no mundo.
A criança é adotada e apresentada à mãe como seu filho.
Aí os problemas envolvendo o pequeno Damien começam, sempre cercados de tragédias,
é quando Jeremy passa a procurar mais informações sobre quem seria a mãe,
ou melhor, quem é Damien?
É um livro instigante, pois narra o corriqueiro da família,
quando repentinamente o sobrenatural, aterrador vem a tona de forma violenta e cruel.
Também o livro nos leva a refletirsobre o mal,
e o quanto o ser humano pode se esforçar para que ele não continue seu inevitável curso.
Entre Deus e demônio, quem conseguirá manipular melhor o destino?

Resenha escrita ao som de Rolling Stones – Sympathy For The Devil

NOTAS E CURIOSIDADE: ATENÇÃO CONTÉM SPOILER!!!!!!!!

Tanto no filme quanto no livro
(são intimamente ligados, pois o roteiro foi escrito antes do desenvolvimento da história no livro)
no final, originalmente, tanto Damiel quanto o Pai morrem na igreja,
colocando um final na história da família Thorn, mas o medo da censura e,
principalmente, o chefe da Fox, que queria deixar aberto para uma continuação,
e dar um ar mais demoníaco ao filme.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!