3 de dezembro de 2021

“ATÉ QUE A VIDA OS SEPARE” – A NOIVA CADÁVER

FICHA TÉCNICA:

Nome original: Corpse Bride
Nome do Brasil: A Noiva Cadáver
Gênero: Animação / Drama / Comédia / Fantasia
Ano: 2005
Duração: 1h 17min
Direção: Tim Burton / Mike Johnson
Roteiro: Michael Cohn / Caroline Thompson / Pamela Pettler
Elenco principal: Johnny Depp / Helena Bonham Carter / Emily Watson /
Albert Finney / Richard E. Grant / Joanna Lumley
País de produção: Estados Unidos

RESENHA (SEM SPOILERS):

Em um vilarejo europeu do século XIX vive Victor Van Dorst,
um jovem que está prestes a se casar com Victoria Everglot.
Porém acidentalmente Victor se casa com a Noiva-Cadáver
que o leva para conhecer a Terra dos Mortos.
Desejando desfazer o ocorrido para poder enfim se casar com Victoria,
aos poucos Victor percebe que a Terra dos Mortos
é bem mais alegre e animada do que ele imaginava.

A Noiva Cadáver tem uma história bem divertida, um visual gótico,
porém por ter esse aspecto escuro, tratar de um assuntos sérios,
como preconceito, amor, família, morte e outras questões
que geralmente crianças não compreenderiam,
os adultos vão curtir mais essa animação do que a turminha infantil.
A animação traz cançôes divertidas e uma boa dose de comédia e suspense.
Os personagens são bem carismáticos que sem dúvida alguma,
cativarão toda a família, recomendadíssimo.

Resenha escrita ao som de Alice Lamb – All out of Love

NOTAS E CURIOSIDADES:

  • O filme foi exibido na mostra Fanzinema, no Festival do Rio 2005.
  • A história é baseada num conto russo-judaico do século XIX
    e é ambientada numa fictícia Inglaterra da era vitoriana.
  • O filme possui uma semelhança com “O Estranho Mundo de Jack”,
    outra produção em stop motion, dirigida por Henry Selick e baseada num poema de Tim Burton,
    no qual o diretor de “A Noiva Cadáver, Mike Johnson, trabalhou como animador.
  • O filme foi indicado na categoria de Melhor Animação na 78ª Cerimônia do Oscar,
    mas acabou perdendo para outra animação em stop motion,
    Wallace & Gromit: The Curse of the Were-Rabbit.
  • É dedicado a memória de Joe Ranft, um cineasta, roteirista, artista de storyboard,
    dublador e mágico estadunidense, que trabalhou para a Pixar e para a Disney.
    Morto em agosto de 2005, seus últimos filmes foram:
    A noiva cadáver e Carros, lançado em 2006.
  • A Noiva Cadáver foi produzido simultaneamente
    a outro longa do diretor, A Fantástica Fábrica de Chocolate.
    Não por acaso, as produções compartilham os Johnny Depp, Hellena Bohan Carter,
    e Christopher Lee, que aproveiratam as folgas na Fábrica, para gravar as vozes.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!