1 de dezembro de 2021

JUSTICEIRO: BEM VINDO DE VOLTA, FRANK PARTE 2

FICHA TÉCNICA:

Nome original: The Punisher Vol.3
Nome no Brasil: Justiceiro – Bem vindo de Volta, Frank – Parte 1
Gênero: Super-heróis
Categoria: Álbum de Luxo
Editora: Salvat
Roteiro: Garth Ennis
Arte: Steve Dillon
Número de Páginas: 160
Ano de Publicação: 2015

QUEM É O JUSTICEIRO?

Certo dia, Frank e sua família faziam um passeio pelo Central Park
quando presenciaram um assassinato da máfia.
Visando eliminar qualquer testemunha daquele ocorrido,
os gangsters atiraram em Frank e sua família.
Frank viu sua esposa e filhos morrerem ao seu lado.
Apesar de ferido, Frank não havia morrido.
Embora tenha ajudado a identificar os assassinos,
estes não foram levados a justiça,
já que a máfia tinha forte influência,
sobre a força policial corrupta da cidade.
Frank Castle então decidiu tomar a lei com as próprias mãos.
Armou-se até os dentes e começou uma guerra de um homem só
contra o crime organizado, com o codinome de Justiceiro.

RESENHA (SEM SPOILERS):

A guerra contra o crime organizado continua!
Gravemente ferido depois que os capangas de Mama Gnucci
descobriram seu esconderijo, frank precisa se recuperar
pra contra-atacar com todas as forças sua odiada inimiga.
mas mesmo que consiga se recuperar,
ele enfrentará um desafio diferente de tudo que já viu,
na forma do mais recente mercenário contratado por Mama Gnucci:
Um imenso e inabalável assassino conhecido como “Russo”!

Essa é a continuação da edição anterior…
e traz mais um monte de extras como:
A galeria de capas da edições que estão nesse encardenado,
Uma galeria de arte, uma biografia do escritor Garth Ennis,
e outra biografia com o artista Steve Dillon.
A história continua cheia de ação e violência,
como já é esperado do personagem e sua luta sem fim contra o crime.

Resenha escrita ao som de Guns N Roses – Knocking On Heavens Door

NOTAS E CURIOSIDADES:

  • Desaconselhável para menores de 18 anos
  • Este volume reúne as edições 7 a 12 de The Punisher Vol.3
  • O título faz parte da linha Marvel MAX de quadrinhos adultos.
  • No Brasil chegou a ter uma revista própria nos anos 1990,
    em formato americano e P&B, além de ser o herói de algumas graphic novels e mini-séries.
  • Desde abril de 2000, Garth Ennis vem sendo o roteirista das revistas do Justiceiro,
    quase sempre com a arte de Steve Dillon.

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!