1 de dezembro de 2021

CORRA CONTRA O TEMPO NESTE “UNCHARTED” DOS ANOS 80 – PITFALL!

APRESENTAÇÃO:

Pitfall! é um jogo eletrônico de aventura
lançado pela Activision para o Atari 2600 em 1982.
É um dos jogos mais vendidos para o Atari 2600,
com mais de 4 milhões de cópias vendidas.
Tornando-se o segundo game mais popular do Atari 2600,
o primeiro game em número de vendas foi o Pac-Man.

O manualzinho e o cartucho do Pitfall!

HISTÓRIA:

Pitfall! foi criado pelo programador David Crane…
que foi um dos fundadores da desenvolvedora Activision em 1979,
e atualmente uma das maiores empresas de games da indústria, ele saiu de lá em 1986.
Ao longo de sua carreira de desenvolvedor, já trabalhou em mais de 100 jogos,
e atualmente se dedica a publicar games para plataformas móveis.
Pitfall! , foi o 11º jogo de David Crane e o seu 7º trabalho lançado pela Activision
e levou cerca de três anos para ser finalizado,
desde o seu conceito inicial até ao jogo que conhecemos no Atari.
Em uma entrevista para a revista Edge em novembro de 2003,
David descreveu como, em 1979, ele desenvolveu a tecnologia
para mostrar uma imagem mais realística de um homem correndo,
e em 1982, como ele estava a procura de um jogo adequado para usá-lo.

“Sentei-me com uma folha de papel em branco e desenhei um boneco no centro.
Eu disse: Ok, eu tenho um homenzinho correndo e vamos colocá-lo em um caminho
(outras duas linhas desenhadas).
Onde está esse caminho? Vamos colocá-lo numa selva (algumas árvores desenhadas).
Por que ele está correndo? (tesouros e inimigos desenhados para ele coletar e desviar)’.
E assim nasceu Pitfall! Todo esse processo levou uns 10 minutos.
Cerca de 1.000 horas de programação depois, o jogo estava completo“,
disse Crane em entrevistas de como teve a ideia para o jogo,
que obviamente teve grande inspiração no filme…
“Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida”, lançado em 1981.

David Crane, o criador do Pitfall!

GAMEPLAY:

O jogador deve mover seu personagem, conhecido como Pitfall Harry,
através de uma floresta com atalhos subterrâneos,
em uma tentativa de recuperar 32 tesouros em um período de 20 minutos.
Nesse tempo ele deve superar inúmeros riscos enquanto passa pela floresta,
Pulando poços de piche, buracos, troncos de árvore parados ou rolando,
areia movediça, fogo, cobras, escorpiões, morcegos e crocodilos.
Harry pode pular sobre esses obstáculos ou evitá-los, se balançando sob cipós.
São 255 telas com variações de todos os perigos mencionados acima.
Algumas telas inclusive possuem um nível inferior, que devem em alguns casos,
ser utilizados para progredir ou alcançar tesouros.
Só é preciso tomar um certo cuidado para não pegar um caminho errado
e dar de cara com uma parede, perdendo assim alguns minutos valiosos.
Os atalhos subterrâneos ajudaram a evitar a longa jornada acima do solo.
Isso permite que você pegasse mais tesouros nos 20 minutos previstos.
O jogador começa com uma pontuação de 2.000 pontos,
que pode aumentar ao coletar os tesouros perdidos,
ou perder quando tropeçar nos troncos ou se cair em um buraco.
São quatro tipos de tesouros, sendo que cada um pode ser encontrado 8 vezes:

  • Anel de Diamante = 5.000 pontos
  • Barra de Ouro = 4.000 pontos
  • Barra de Prata = 3.000 pontos
  • Saco de Dinheiro = 2.000 pontos

Uma pontuação perfeita de “Pitfall!” é de 114 mil pontos,
onde todos os tesouros são coletados,
sem a perda de um único ponto ao cair em buracos ou tropeçar em troncos.
Uma missão que não era fácil há 36 anos atrás…
e que certamente ainda não é uma tarefa para todo mundo.

GRÁFICOS E SONS:

Pitfall! tem uma competente apresentação audiovisual,
com vários elementos facilmente reconhecíveis na tela.
Os gráficos são nítidos e conta com um visual avançado para o Atari 2600,
os perigos da selva estão muito bem retratados e bastante coloridos.
O áudio se destaca pelas sessões com cipós,
onde o perigo é evitado usando-se um cipó para escapar das armadilhas,
o personagem faz um som que lembra o grito do Tarzan ao se balançar.
e há uma pequena melodia esquisita quando o jogador perde uma vida.

o personagem faz um som que lembra o grito do Tarzan ao se balançar.

CURIOSIDADES:

  • O sucesso do jogo deu origem à série de jogos Pitfall! como:
    Pitfall II: Lost Caverns (1983), Super Pitfall (1987), Pitfall: The Mayan Adventure (1994),
    Pitfall 3D: Beyond the Jungle (1998) e Pitfall: The Lost Expedition (2004).
    Alguns dos jogos da série permitiam jogar o Pitfall! original,
    como o The Mayan Adventure e The Lost Expedition.
  • Pitfall! apareceu como um mini-game nos jogos:
    Marvel: Ultimate Alliance e Call of Duty: Black Ops 2.
  • David Crane visitou o Brasil pela primeira vez em 2017,
    como uma das principais atrações do evento Brasil Game Show 2017.
  • Em 1983, Pitfall! foi adaptado como uma série animada de televisão,
    apresentando Harry, sua sobrinha Rhonda, e seu leão covarde Quickclaw,
    explorando várias terras em busca de tesouros escondidos.
    O desenho não teve sucesso e durou apenas uma temporada.
  • O Mega Drive, Sega CD e 32X ganharam seu próprio jogo chamado:
    Pitfall: The Mayan Adventure” em 1994,
    onde o jogador controla Pitfall Harry Jr., filho do protagonista original.
  • A Activision mandava brindes às pessoas que conseguiam fazer 20 mil (ou mais) pontos.
    Segundo Crane, a empresa foi a primeira desenvolvedora de jogos,
    a oferecer o sistema de Conquistas/Troféus.
  • Em 2008 o brasileiro Rodrigo Lopes entrou para o Guinness Book,
    ao atingir a pontuação máxima (114 mil pontos),
    com 1 minuto e 42 segundos de vantagem sobre a contagem regressiva.
  • Ao pegar o último dos 32 tesouros, a tela do jogo congela, o que é considerado o seu final.

CONCLUSÃO:

Pitfall! não é apenas um bom jogo para o Atari 2600,
é um daqueles títulos obrigatórios para qualquer tipo de jogador,
Ele conta com uma boa dose de desafio com muita exploração,
E´tão divertido e viciante quanto os jogos modernos que vieram depois dele…
Pitfall! trouxe uma série de inovações e mecânicas,
que definiram boa parte dos jogos blockbusters de plataforma e ação.
como Indiana Jones, Tomb Raider e claro Uncharted…
Pitfall! foi incluso no Atari Flashback 8 e Atari Flashback Portátil,
ambos podem ser adquiridos no site oficial da Tectoy!
Pitfall! é um game que faz jus ao nome “clássico”!
e os clássicos nunca morrem ,recomendadíssimo!!!

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!