3 de dezembro de 2021

“EU NÃO APRENDI A DESISTIR”- ASSASSIN’S CREED: REVELAÇÕES

FICHA TÉCNICA:

Titulo: Assassin’s Creed: Revelações
Título Original: Assassin’s Creed: Revelations
Autor: Oliver Bowden ( Pseudônimo de Anton Gill, Historiador e escritor francês)
Gênero: Fantasia / Ficção Histórica
Editora: Galera Record
Coleção/Arco: Assassin’s Creed
Publicação: Original 2013
Número de Páginas: 392 páginas

RESENHA (SEM SPOILER):

Assassin’s Creed: Revelations é o quarto livro da série Assassin’s Creed,
escrito por Oliver Bowden e é uma continuação de “The Secret Crusade”.
Em Assassin’s Creed Revelations, o Mestre Assassino Ezio Auditore,
que já está em uma idade mais avançada, vai a Constantinopla,
seguindo os passos do lendário Altair ibn la-Ahad,
seu mentor e um dos mais famosos assassinos da história,
em busca de sua biblioteca perdida,
que pode conter a chave para a derrota dos templários
ou servir para que eles dominem o destino da humanidade.
Neste livro Ezio se tornou alguém mais controlado e de grande sabedoria,
porém extremamente mais letal.
Ele deve encontrar cinco chaves perdidas,
deixadas por Altair para que alguém as encontrasse
e pudesse levar a mensagem ao futuro.
Nesta jornada de procura das chaves gira todo o enredo do livro.
Constantinopla está um lugar turbulento,
onde um crescente exército de Templários ameaça desestabilizar o Império Otomano,
então Ezio precisará derrotá-los uma última vez,
mas o que começou como uma peregrinação
acaba se tornando uma corrida contra o tempo.
Será Ezio rápido o suficiente?
Da trilogia do assassino Ezio Auditore,
este é o volume que mais me agradou e impressionou.
Realmente empolgante.

Resenha escrita ao som de R.E.M. – Everybody Hurts

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!