3 de dezembro de 2021

“ONDE TUDO ACONTECE”… ZEEBO!

APRESENTAÇÃO:

Zeebo é um console de videogame brasileiro,
que envolveu parceria de empresas de sete diferentes países:
Brasil, Estados Unidos, Argentina, China, Israel, Japão e França.
O console era fabricado pela Tectoy na Zona Franca de Manaus
e foi lançado dia 25 de maio de 2009 no Brasil.

Caixa, console e controle

CONSOLE:

O Zeebo foi o primeiro console de mesa,
a não usar nenhum tipo de mídia física para a comercialização de jogos.
Eles eram disponibilizados por download através da rede ZeeboNet 3G,
e armazenados na memória interna do videogame.
A ZeeboNet 3G permitia que o videogame recebesse atualizações gratuitas.
O aparelho possui três entradas USB 2.0 (sendo duas na frente e uma atrás),
uma entrada mini USB atrás e uma entrada para cartão SD na frente.
A conectividade com a televisão é através do cabo AV.
foi criado também um controle sem fio,
com sensor de movimentos, no formato de bumerangue.
Feito para aproveitar o sucesso do Wii Remote da Nintendo
e focando principalmente em jogos de esportes.

O manual do console prometia muitos jogos, além de ser bonito.

E POR FALAR EM JOGOS…

Ele vinha acompanhado de três jogos na memória:
Fifa Soccer 09, Need for Speed: Carbon, Treino Cerebral
e mais 3 jogos para download gratuito:
Prey Evil, Zeebo Extreme: Rolimã e Zeebo Extreme: Jet Board.
Os jogos da loja eram divididos em três categorias,
de acordo com o tamanho de download,
os jogos casuais (8MB), intermediários (25MB) e premium (50 MB),
apesar de nenhum ter superado os 30 MB de tamanho.
Isso ocorria devido às limitações da rede 3G,
que não permitia o tráfego de arquivos muito extensos.
A maioria dos jogos eram versões mobile readaptadas para o português
Porém, houve um grande investimento por parte da Tectoy,
em trazer títulos de franquias conhecidas e de renome para o console,
como Ridge Racer, Tekken 2, Pac Mania, Need for Speed Carbon, FIFA 09,
tendo como destaque o survival Horror da Capcom: Resident Evil 4.
A biblioteca do console foi bastante diversificada
e contou com franquias renomadas de diversas publishers famosas.
porém as versões desses jogos em sua maioria,
não era das melhores apesar do apelo dos títulos.

Esse jogo do carrino de rolemã confesso que traz até uma certa nostalgia.

ACESSÓRIOS:

Z-Pad: O controle padrão.
Possuía 4 botões direcionais, alavancas analógicas,
botões numerados de 1 a 4 e o botão start.

Zeebo Dragon: Versão atualizada do controle do Zeebo,
resolvendo problemas de seu antecessor e trazendo um design mais ergonômico
e significativamente mais leve.

Boomerang: Controle lançado em 2010 e que utilizava tecnologia infravermelha,
tendo um sensor de movimento, claro paralelo ao controle do WII.

Teclado: Utilizado para navegar na internet, vinha junto ao console no Brasil e no México.

O Console tinha muitos acessórios interessantes, como esse controle bumerangue

OS MELHORES JOGOS (ou quase) PARA O ZEEBO:

Resident Evil 4 Zeebo Edition

Crash Bandicoot Nitro Kart 3D

Double Dragon

Tekken 2

Need For Speed Carbon

Quake/Quake II

Ridge Racer

Turma da Mônica em: Vamos Brincar

Zuma’s Revenge

Alice no País das Maravilhas

Alien Breaker Deluxe

Disney All Star Cards

Fifa 09

Galaxy on Fire

Pac-Mania

Mega Man 8

Rally Master Pro

Caveman Ninja

Treino Cerebral

Wizard Fire

Bejeweled Twist

Bad Dudes Vs. DragonNinja

Zeebo Sports Peteca

Zeebo Sports Queimada

Zeebo Sports Tênis

Zeebo Sports Vôlei

Zeebo Extreme Corrida Aérea

Zeebo Extreme Jetboard

Zeebo Extreme Rolimã

Zenonia

Esse é o único RPG para o Zeebo: Zenonia

CONCLUSÃO:

Em 31 de maio de 2011, a Zeebo Brasil anunciou em seu blog,
o fim das operações no Brasil.
Foram comercializadas 30 mil unidades do Zeebo,
sendo que a expectativa da empresa era de pelo menos 600 mil unidades.
pra muitos, o Zeebo é um console que já nasceu morto,
mesmo assim ele conseguiu sobreviver por pouco mais de dois anos.
Após o desligamento dos serviços da ZeeboNet,
se tornou impossível ter acesso aos jogos
que um dia já estiveram disponíveis na plataforma,
tornando os modelos com jogos instalados,
itens extremamente cobiçados por colecionadores entusiastas da Tectoy…
sendo raro encontrar um com todos os jogos lançados na memória.
Mesmo o Zeebo não fazendo o sucesso pretendido,
é admirável a determinação da Tectoy em querer se reinventar,
apostando em algo ainda inexistente na época,
que era o não uso das mídias físicas para os jogos…
é algo que merece ser lembrado na história dos videogames.

Onde tudo acontece!

SFC – Onde quase todo dia é Sexta-feira!